101157378_271245227566809_6335172191478349824_n.jpg

Nossa História

A Fluência Casa Hip Hop nasceu de um sonho antigo do Geovani - hoje professor e produtor cultural da Casa. Ele sempre esteve envolvido em Serviço de convivência e fortalecimento de vínculos como usuário e mais tarde como educador, podendo observar e entender a demanda da própria comunidade em que cresceu. Vendo que as atividades de contraturno oferecidas pelo governo abrangiam e abrangem até hoje as idades entre 6 e 15 anos, ficava inquieto com as possibilidades que iam ser dadas a esses jovens que ficavam a mercê de atividades de qualificação para um futuro mercado de trabalho. Percebendo também os grandes talentos destas crianças e adolescentes e a falta de estrutura para elevar o nível do lado artístico dos seus alunos, conversou com a Kamila - hoje psicóloga social e produtora cultural da Fluência - que na época trabalhavam juntos no Serviço de convivência e fortalecimento de vínculos Santo Antônio em Caxias do Sul. Kamila, por sua vez, levou essa inquietação para sua amiga Priscila - hoje fotografa e organizadora de eventos da Casa - que compartilhou com a sua irmã Franciele - hoje gestora financeira e administrativa da Casa - e três dias depois estavam sentados pela primeira vez juntos, com uma enorme vontade de começar por algum lugar a fazer a diferença na comunidade, na cultura e nas suas próprias vidas! 

Tivemos parcerias lindas como a da arquiteta Monica Nicolao que fez do pavilhão que conseguimos encontrar para locação, o lugar perfeito para concretizar tudo isso. Também tivemos sucesso em todas as campanhas de arrecadação de fundos e na nossa inauguração em 25 de agosto de 2019, abrimos as portas para a cidade, periferia e centro de Caxias do Sul.

Hoje a Fluência Casa Hip Hop

é um PONTO CULTURAL!

Esse certificado comprova que a iniciativa desenvolve e articula atividades culturais na comunidade e contribui pro acesso, proteção e promoção dos direitos, da cidadania e da diversidade cultural no Brasil!